Busca Artigos:

Leitura Recomendada

Menu

Integralismo Linear Academia Integralista Flor de Liz Linear Flor de Liz Integral

« Voltar

INTEGRALISMO LINEAR E A QUESTÃO JUDAICA

14/10/2009

Todos os estudiosos conhecem a posição clara do Movimento Integralista e Linearista Brasileiro com relação à Questão Judaica. A posição do Integralismo sempre foi clara com relação a isso; o Integralismo jamais pregou perseguição a judeus ou a raça judaica, como outros Movimentos Nacionalistas. Pelo contrário, vários judeus fizeram parte do Movimento e nas Revistas Anauê e Panorama podemos encontrar inclusive propaganda de empresas judaicas como a Antarctica e a Papelaria Oldimar. Como nós do MIL-B já dissemos, questões como Maçonaria, Carbonaria, Bucha, Sociedades Secretas, Lions, Capitalismo e Comunismo são questões secundárias. A principal questão, a maior de todas, se chama Questão Judaica.

Por isso nós e a Sociedade de Estudos do Nacionalismo Espiritualista( SENE) estamos em permanente estudo sobre a questão. Se conseguirmos resolver esse paradigma, tudo o mais será consequência. Os judeus são os maiores Capitalistas do mundo, donos das maiores fortunas do Planeta Terra e ao mesmo tempo são os criadores do Comunismo, a ideologia que veio questionar o " Poder do Capital". Como se pode observar, essa palhaçada de dizer que Capitalismo e Comunismo são ideologias antagônicas, que nós somos bombardeados diariamente pela mídia, é tudo uma grande armação para desviar o foco das revoltas populares. Capitalismo e Comunismo servem ao banqueirismo internacional, e já provamos que das 8 maiores Casas Bancárias do mundo, 5 são judaicas: Rotschild, Rockfeller, JPMorgan, Warburg e Grupo Bilderberg. Esse quinteto movimenta mais de 10 trilhões de dólares anuais, 8 vezes todo o PIB do Brasil, um país de quase 200 milhões de habitantes. O assunto parece que não tem questionamentos, a cambada comunista trabalha para o capitalismo, que coisa em???

Com relação aos questionamentos dos pesquisadores, respeitamos suas posições. Obviamente não são apenas os judeus os responsáveis pelos males do mundo, mas com certeza, o amor insano e incondicional ao dinheiro ( Mamonn) e não ao engrandecimento do espírito, são difusões da mídia judaica. Para eles, O Capital governa tudo ( como disse os judeus Karl Marx, Friederich Engels, Moses Hess, Bruno Bauer e Adam Smith) e não a Vontade Divina. Essa é a grande luta travada na Bíblia, a luta entre o espírito e a matéria. Enquanto não vencermos esse paradigma não vamos avançar no aprimoramento do Caráter Humano. A propósito, Jesus Cristo nasceu judeu, foi apresentado ao Sinédrio Judaico, para que pudesse cumprir a Profecia de libertar todos os Homens e não apenas os " Eleitos" como consta na Torah judaica. Jesus se colocou frontalmente contra o Antigo Testamento, a Torah e os primeiros manuscritos do Talmud ( um livro que prega a usurpação, a destruição dos Goim, a falcatrua dos judeus e outras barbaridades). Quem condenou Jesus à morte foi o Sinédrio Judaico e não os Romanos, como pode-se ler em vários trechos da Bíblia. Isso é apenas discutir fatos e não tentar perseguir os judeus. Apenas isso que o Integralismo colocou de forma brilhante e nós do MIL-B acatamos, avançamos e criamos novos paradigmas para o Sec XXI. Contamos com estudos de vários autores judeus e amigos de Fé Judaica que compreendem esse nosso posicionamento. O Ser Humano não pode resumir toda a sua existência ao Amor Incondicional ao Dinheiro e ao Poder. Devemos convencer os judeus desta realidade, assim como o fez o Apóstolo Paulo, o Apóstolo Irineu e tantos outros evangelizadores. Avante Companheiros Integralistas e Linearistas.

Com relação aos militares, também temos posição clara. Infelizmente, o golpe de 1964 que veio para salvar o Brasil das garras do Comunismo, facilitou que o Brasil caísse nas garras do Capitalismo( lembrem-se que o descendente de judeus tchecos Juscelino Kubitschek começou a alavancar a dívida do Brasil com a escravização do nosso povo às empresas estrangeiras). E como nós sabemos, Capitalismo e Comunismo servem ao banqueirismo internacional e ao sionismo. Os Comandantes Militares que ficaram 20 anos no poder, ao invés de criarem uma estrutura nacionalista, com Grêmios estudantis nacionalistas, Sindicatos Nacionalistas e Movimentos Cívicos Espirituais, preferiram seguir a Cartilha do Americanismo. Lembrem-se que os militares na década de 30 apoiavam incondicionalmente o Movimento Integralista, juntamente com os Movimentos Católicos e depois, devido à infiltrações no meio militar e religioso, principalmente católico, se transformaram em comunistas. O grande companheiro Paulo José, militar e Vice-Presidente atual do MIL-B costuma definir bem os líderes militares de hoje: os " Melancias", verdes por fora e vermelhos por dentro. Como confiar nesses militares que até agora não fizeram nada para tirar esses bandidos comunistas do poder??? Como confiar na Adesg, que ao invés de estudar os problemas brasileiros prefere fazer bailes e banquetes para os oficiais militares e da Polícia Militar arrumarem amantes?? Essa a verdade dos fatos, que dói, mas é a verdade. E como confiar nas forças religiosas como a Igreja Católica, que apóiam bandoleiros como o Frei Betto e a Teologia da Libertação?? Como se vê o Integralismo do século XXI precisa vencer novos paradigmas se quiser sobreviver. E é justamente isso que nós do MIL-B e da SENE estamos fazendo. Forte Anauê!!!

A Palavra do Chefe
A Palavra de Gustavo Barroso
A Palavra de Miguel Reale
A Palavra do Integralismo
A Palavra do Integralismo Linear
Anil Loja Virtual TV Editora Linear

MIL-B (2008) - Desenvolvimento: MILB - Todos os direitos reservados | Versão 1.0
xhtml1.1css