Busca Artigos:

Leitura Recomendada

Menu

Integralismo Linear Academia Integralista Flor de Liz Linear Flor de Liz Integral

« Voltar

FORÇAS ARMADAS, FÊNIX NA HORA DAS TRAGÉDIAS NACIONAIS

23/01/2011

Cássio Guilherme, Presidente do Movimento Integralista e Linearista Brasileiro MIL-B, fundador do Linearismo.

“ Á pátria tudo se deve dar, nada se deve pedir, nem mesmo compreensão” Siqueira Campos

Janeiro de 2011 e mais uma vez o noticiário das Mídias amestradas trazem o sensacionalismo das tragédias provocadas pelas chuvas e inundações de verão, que se repetem ad aeternum por conseqüência da inoperância dos pseudo-governadores mesquinhos. Dessa vez, mais de 1000 cadáveres foram criados na Região Serrana do Rio de Janeiro e em todo Sudeste pelo Mar de Lama ( sem trocadilhos) não só da fúria da natureza, mas sobretudo da incompetência governamental frente às catástrofes naturais que repetidamente ocorrem no Brasil. No meio deste lamaçal e lodaçal de incompetências e corrupções dos governantes, que desviam o dinheiro público da Defesa Civil para suas benesses politiqueiras e pessoais, surgem mais uma vez as Forças Armadas do Brasil para emoldurarem o sentimento de civismo e dignidade nacionais frente ao caos perpétuo desses governantes de araque salafrários, crias do Estado Liberal falido. O Exército, a Marinha e a Aeronáutica roubaram a cena mais uma vez, transformando a moralidade e o orgulho nacionais em sentimentos cotidianos do cidadão brasileiro.

Por todo lado barracas de campanha com profissionais militares médicos a atenderem a população. Distribuição de alimentos, resgates, universalização das ações de controle de distúrbios, salvamentos de vidas, é um espetáculo de cidadania perpetrado pelos militares que enobrecem o ditado do braço forte e mão amiga. E as ações de Engenharia dos Institutos Militares de Engenharia IME e Instituto Tecnológico da Aeronáutica ITA corroboram a excelência que essas Academias representam no cenário mundial, despidas dos venenos marxistas que impregnam as outras Universidades do país. É nessas horas de comoção nacional que a Engenharia Militar se apresenta como nobre, indômita e heróica a sufocar as Construtoras civis, aves de rapina que só vivem a alimentar-se da carniça dos orçamentos financeiros federais, estaduais e municipais O valor da cidadania e do respeito às tradições brasileiras e da brasilidade se refletem nesses atos heróicos dos membros da Forças Armadas.

É por tudo isso que os Integralistas e Linearistas defendem o status de Instituições de Estado das Forças Armadas, com orçamentos próprios e desvinculadas de qualquer comando governamental, imunes então às patifarias dessa politicagem barata que não tem moralidade suficiente para defender os interesses nacionais. As Forças Armadas devem cumprir seu papel constitucional e servirem a população como sempre fazem prontamente, executando em tempos de paz seu trabalho nobre de resgate da dignidade e soberania nacionais.

Parabéns aos heróicos soldados brasileiros, que mostraram mais uma vez que a Nação brasileira depende de um sentimento coletivo de solidariedade e cristandade, que no momento só se assenta no seio da caserna militar. A ignorância e sordidez daqueles que insistem em vilipendiar os fundamentos sagrados das Forças Armadas desmoronaram junto com as enchentes e foram enterradas com a lama fétida das mesquinharias liberais e comunistas. Avante Exército, Marinha e Aeronáutica. Avante Brasil!! Anauê Brasil!!

A Palavra do Chefe
A Palavra de Gustavo Barroso
A Palavra de Miguel Reale
A Palavra do Integralismo
A Palavra do Integralismo Linear
Anil Loja Virtual TV Editora Linear

MIL-B (2008) - Desenvolvimento: MILB - Todos os direitos reservados | Versão 1.0
xhtml1.1css