Busca Artigos:

Leitura Recomendada

Menu

Integralismo Linear Academia Integralista Flor de Liz Linear Flor de Liz Integral

« Voltar

INSTITUIÇÕES DE ESTADO E INSTITUIÇÕES DE GOVERNO, A FARSA

10/07/2017

 INSTITUIÇÕES DE ESTADO E INSTITUIÇÕES DE GOVERNO NO BRASIL, A FARSA


CÁSSIO GUILHERME, PRESIDENTE DO MOVIMENTO INTEGRALISTA E LINEARISTA BRASILEIRO MIL-B, FUNDADOR DO LINEARISMO

 

            Nesses dias de julho de 2017 a população brasileira, estupefata pelos vários hodiernos escândalos de corrupção que pululam, sem trocadilhos, foi testemunha através da mídia de que a Presidência da Respública do Brasil iria modificar a cúpula da Polícia Federal e diminuir a Força Tarefa que atua no sentido de averiguar os crimes de políticos da LAVA-JATO. Essa investigação se transformou na maior equipe de juízes, promotores, delegados, membros de polícias e por que não dizer, de bandidos da História recente do Brasil.

            Pois bem. A mudança relatada acima vem trazer a baila uma das mazelas mais proeminentes dessa Respública, que por sinal teve início com uma quartelada burlesca em 1889. O governo que está sendo investigado vai trocar os comandantes da Polícia Federal e da Força Tarefa que o investigam. Ahnnn!! Olhem os amigos que SURREALISMO digno de Salvador Dali bêbado com vodka em dia das bruxas. Esse fato exemplifica que o sistema inteiro brasileiro é fajuto, O SISTEMA INTEIRO, pois as Instituições, como a Polícia Federal e as Forças Armadas, que a priori deveriam ser instituições de Estado, COM COMPETÊNCIAS DE ESTADO,  são na verdade instituições de governo. A quadrilha que ganha as eleições, quer nas esferas federais, estaduais ou municipais, passa a ter o direito imediato de controlar todas as instituições e empresas estatais, quer através do controle orçamentário, quer através da indicação de Gerentes e Presidentes. Olha a que ponto chega o absurdo da política brasileira. E não é só!! O Presidente da Respública indica também os ministros do Supremo Tribunal Federal e dos Superiores Tribunais de Justiça, mostrando que a independência dos Poderes e os pesos e contrapesos da democracia republicana só existem mesmo nas páginas de livros do farsante Montesquieu.

            Não é de se admirar que a Respública no Brasil funcione dessa maneira. Aquilo que começou mal, tem que se perpetuar de maneira ruim e terminar mal. A quartelada do Marechal Deodoro em 1889, que cumpriu as ordens não do Poder Brasileiro constituído, mas do “ Poder Oculto” da City de Londres e Wall Street em Nova York, tendo a seu  soldo também o vigarista Benjamin Constant, e num rompante de traição ilimitada depôs a Monarquia e transformou os militares em funcionários públicos de farda. Por isso as Forças Armadas são controladas por Ministros da Defesa civis, indicados por políticos, e os Generais de mais de 40 anos de caserna, concursados, carreiristas, graduados, experientes,  têm que engolir serem comandados por burocratas politiqueiros indicados pelo bando que ganha as eleições do momento. E os Delegados e policiais da Polícia Federal, das Polícias Estaduais e Militares e até da Guarda Municipal devem cumprir o mesmo ritual de obediência eleitoral. Não existe mérito, não existe carreira, não existe experiência, não existem títulos; o que existe é o bajulamento e fisiologismo para se alcançar os postos de comando na Respública do Brasil. É assim que funciona o sistema, incluindo ai as urnas eletrônicas fraudadas para se garantir a perpetuação dos cangaceiros políticos nos governos.

            As Instituições que deveriam ser de Estado, vinculadas a seus funcionários, policiais, militares e aqueles que vivem o dia a dia das corporações, se transformam em instituições de governo, cabides de emprego, de troca de favores, de indicação de puxa-sacos e filiados partidários. A Polícia Federal, as Forças Armadas, as Empresas Estatais, as Empresas Estaduais, as Polícias Militares, as Polícias Estaduais, as Guardas Municipais, não são propriedades do povo brasileiro e da sociedade organizada; são na verdade associações de funcionários que trocam de mãos e gestões ao sabor do bando ou grupo político que ganha as eleições. E ninguém, absolutamente ninguém discute isso há pelos menos 127 anos, desde o dia do golpe de 1889. É realmente lamentável!!

            Orçamento independente já para as Forças Armadas e Polícia Federal!! Fim de qualquer indicação política para cargos de gestão de Empresas Estatais!!Fim de indicação de Ministros do STF e do STJ e qualquer órgão judicial!! Caso contrário continuaremos nosso trajeto de Respublica das Bananas, dos tomates podres, dos ovos podres e toda fedentina que envolve esse pobre sistema eleitoral e partidário da  Respublica!! Quem reclamava em sustentar a família real no passado, no momento precisa sustentar a família de 4 ex-presidentes e políticos que se aposentam com 4 anos de legislatura. Por isso os comediantes do Brasil estão largando o emprego. Não dá para competir com tanta piada real!!

A Palavra do Chefe
A Palavra de Gustavo Barroso
A Palavra de Miguel Reale
A Palavra do Integralismo
A Palavra do Integralismo Linear
Anil Loja Virtual TV Editora Linear

MIL-B (2008) - Desenvolvimento: MILB - Todos os direitos reservados | Versão 1.0
xhtml1.1css