Busca Artigos:

Leitura Recomendada

Menu

Integralismo Linear Academia Integralista Flor de Liz Linear Flor de Liz Integral

« Voltar

INTEGRALISMO, LINEARISMO E DIREITO DOS ANIMAIS E DA NATUREZA

26/01/2014

CÁSSIO GUILHERME, PRESIDENTE NACIONAL DO MOVIMENTO INTEGRALISTA E LINEARISTA BRASILEIRO, MIL-B, ENGENHEIRO, FÍSICO, FILÓSOFO, BACHAREL EM DIREITO, ESTUDANTE DE TEOLOGIA, ESPECIALISTA EM SEGURANÇA, ESPECIALISTA EM ARMAS DE DESTRUIÇAO EM MASSA, FUNDADOR DO LINEARISMO.
“Enquanto os leões não souberem falar, as estórias de caçadas vão sempre exaltar os caçadores” PROVÉRBIO AFRICANO



Como os Integralistas e Linearistas estão inseridos no contexto indissociável do modernismo e do tecnicismo do Seculo XXI, não podemos nos omitir perante as questões cruciais que envolvem as realidades sociológicas, políticas, filosóficas, teológicas, constitucionais, científicas e afins do nosso cotidiano. E invariavelmente, o Direito dos Animais e da Natureza é questão que necessita urgentemente da linearização de opiniões dos membros do Movimento. Vamos então aplainar e retificar os nossos pensamentos nesse sentido, em torno da unidade objetiva de argumentações, característica peculiar dos nossos adeptos e simpatizantes.
Evitando ao máximo discussões mirabolantes e pseudo-acadêmicas que não levam a lugar nenhum, em especial do campo da BIOÉTICA, e nem acrescentam nada de novo, vamos iniciar essa exposição breve com três postulados firmemente estabelecidos:
1- O Homem NÃO FOI FEITO IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS. Isso para os Integralistas e Linearistas é apenas uma metáfora contida no Gênesis, livro do Antigo Testamento da Bíblia, que para nós não passa de uma Mitologia Judaica. Para efeitos de Teologia Cristã apenas o Novo Testamento da Bíblia nos é texto de referência de conduta. O Homem é mais um dos inúmeros entes criados por Deus, com a única diferença da obtenção de uma consciência cósmica que pode levá-lo a optar por seguir um caminho do relativo BEM ou do relativo MAL. As Forças do BEM E DO MAL operam nesse mundo apenas em relação aos Seres Humanos.
2- Seguimos como visão filosófica o que nos ensinou São Francisco de Assis, para nós o segundo maior cristão de todos os tempos( depois do Deus Verdadeiro Jesus Cristo), e que afirmou que todas as coisas do mundo foram criadas por Deus e merecem o devido respeito. Outras posições filosóficas doutrinárias com relação aos Seres da Criação, de féretros como Kant, ou Aristóteles, ou Hegel, ou São Tomás de Aquino, ou Bentham, ou Singer e outros não nos interessam e nem balizam nossos pensamentos. Também o Homem está inserido, não por sua vontade, num mundo onde a sobrevivência e a adaptação biológica ao meioestão acima de meros conceitos de vida e de morte. A consciência do BEM RELATIVO E DO MAL RELATIVO transfigura as responsabilidades do Homem nesse mundo. Vermes, bactérias, vírus, mamíferos, plantas, insetos, rochas, enfim todos os membros dos Reinos Animais, Vegetais e Minerais foram criados por Deus e não meramente por existências caóticas, evolucionistas e entálpicas. Cientificamente, essas entidades buscam um Estado de harmonia e inter-relacionamento. A busca pela sobrevivência é algo que transcende a compreensão humana, assim como o porquê da Evolução e da Adaptabilidade das espécies. Nesse ponto, o Homem pode apenas participar do jogo dentro de certos limites de utilização dos recursos naturais disponíveis. A NOÇAO DE BEM E DE MAL SÁO EXCLUSIVIDADE DA CONSCIÊNCIA HUMANA E NÃO FAZ PARTE DE ANÁLISES SENSORIAIS DA NATUREZA, ONDE QUER QUE ELAS EXISTAM.
3- Todos os recursos da Natureza são de propriedade não do Homem mas da essência divina localizada no Tempo e no Espaço devido. A apropriação do uso e usufruto de todos os recursos sociais requer responsabilidade por parte do Homem enquanto um Ser diferenciado. Os animais sentem dor e têm dotações cognitivas apenas diferentes das do Ser Humano. Por isso, é legítimo que os animais e a natureza disponham de proteção moral e jurídica em qualquer sistema moderno de civilização.






De posse desses postulados podemos agora nos posicionar dentro das questões atuais que envolvem o Direito dos Animais e da Natureza. Nós Integralistas e Linearistas nos posicionamos contrários a VIVISECÇAO, pois cientificamente já podemos demonstrar que o uso de animais em pesquisas científicas é desnecessário. Nós Integralistas e LInearistas nos posicionamos contra qualquer tipo de crueldade contra os animais, principalmente em se tratando de uso comercial de cadáveres de animais para alimentação. Nós Integralistas e Linearistas afirmamos que depende de cada pessoa, enquanto Ser Humano consciente de suas atitudes, consumir carne animal e derivados, desde que esses produtos não sejam obtidos por meios bestiais contra a integridade dos animais. Nós Integralistas e Linearistas defendemos um BIOMA SAUDÁVEL para todos, com uma exigência de que todos trabalhem no sentido da conservação dos recursos naturais, sobretudo qualidade daágua, florestas e recursos minerais.
Todas as coisas que existem foram criadas por Deus. Mas o assim chamado Demiurgo OU ESPÍRITO ELEVADO MALIGNO opera também nesse mundo. O Ser Humano é composto de Corpo, Alma e Espírito. Os Seres viventes não-humanos são compostos apenas de corpo. O Ser Humano usa a matéria para engrandecer o espírito e purificar a alma. Quem se alimenta de sangue, sofrimento, destruição e morte, traz tudo isso para sua realidade espiritual. Não acreditamos em superioridade de raças ou povos, mas acreditamos na superioridade espiritual. O Espírito e a Alma são características individuais e transcendentais do Ser Humano. Não acreditamos em Espírito ou Alma de uma Raça ou Povo. Os fatos acima corroboram para a responsabilidade que o Ser humano apresenta perante todas as coisas do Universo. Existe uma Unidade entre todas as coisas que se explica em DEUS.
Com relação às Organizações Estrangeiras que atuam no Brasil, em defesa dos animais e da Natureza, nos colocamos favoráveis desde que essa atuação não interfira nos assuntos de soberania e segurança nacionais.





Direitos Animais é um conceito segundo o qual todos ou alguns animais são capazes de possuir as suas própriasvidas, vivem porque deveriam ter, ou têm, certos direitos morais, e alguns direitos básicos deveriam estarcontemplados em lei. A visão dos Integralistas e Linearistas e dos defensores dos direitos animais rejeita o conceito onde os animais sãomeros bens capitais ou propriedade dedicadameramente ao benefício humano, sobretudo benefícios comerciais. O conceito é frequentemente usado de forma a aceitar sem discutira posição do bem-estar animal (ou bem-estarismo), que acredita que a crueldade empregada em animaisé um problema, e isso pode levar a considerações de âmbito moral com relação aos animais. A filosofia dos direitos animais e a nossa posição doutrinária não sustentam necessariamente a premissa de que seres humanos e não-humanossão iguais. Por exemplo, nós e os defensores dos direitos animais não defendemos o direito de voto para galos ou bodes. O grau de consciência dos membros do Reino Animal, para nós, não é fator de classificação de espécies ou Direitos de Animais. O Ser Humano abandonou práticas de canibalismo por que se tornou consciente, dentro de arcabouços sociológicos, morais e sanitários cientes do absurdo dessa idéia. O mesmo deve acontecer um dia com relação ao consumo de carne animal e derivados e o uso dos recursos de animais. Essa consciência provém de um crescimento espiritual dos indivíduos, não de imposições teológicas sem sentido de organizações religiosas.Animais considerados como "sujeitos-de-uma-vida" têm um valor intrínseco como indivíduos, e não podem sertratados exclusivamente como meios para um fim de interesses dos Homens. Isso é também chamado visão de "dever direto".A posição dos Integralistas e Linearistas acredita que o movimento de direitos animais deve se basear no princípiode não-violência, não-crueldade e na educação para o Veganismo como uma forma de colocar em prática as mudanças no próprio dia-a-dia.
O Ser Humano precisa entender que a Lei da Sobrevivência e a Lei da Evolução Dinâmica e Adaptativa são questões que dizem respeito a essência divina do Organismo Vivo chamado Planeta Terra. O Ser Humano não apresenta nenhum tratamento privilegiado no transcorrer dos fatos da existência universal. Não aceitamos o conceito de Racionalidade Humana, pois consciência e pensamento são características individuais, não coletivas. O que existe é a diferenciação do arbítrio do Ser Humano que sobrepuja qualquer consciência de natureza animal. O Ser Humano, infelizmente, por não compreender e aceitar esses fatos etéreos, está invariavelmente subvertendo a Natureza de forma dramática e perigosa ( hoje um frango está pronto para abate em 32 dias, o que exemplifica a voracidade insana pelo lucro e ganhos, em detrimento das Leis naturais da Existência Divina).
Somos radicalmente contra o aborto de Seres Humanos, não por que o Homem é um Ser especial, mas porque o aborto é uma crueldade contra uma criação de Deus.Críticos dos direitos animais argumentam que animais não têm a capacidade de entrar em contrato social, fazer escolhas morais e que não podem respeitar o direito de outros ou não entendem o conceito de direitos, sendoassim não podem ser colocados como possuidores de direitos morais; essa afirmação para nós não tem sentido algum, é meramente um blefe pseudo-científico.
No Brasil a disciplina jurídica da Fauna, segue as Ordenações Filipinas, como a primeira lei queregulamentou a matéria. Atualmente, os maus-tratos de animais são crimes previstos no artigo 32 da Lei Federal nº9.605, chamada de Lei de Crimes Ambientais. Para o infrator, a lei imputa multa ou pena de três mesesa um ano de prisão. Para tanto, basta fazer uma denúncia para qualquer órgão competente: Delegacia do MeioAmbiente, Ibama, Polícia Florestal, Ministério Público, Promotoria de Justiça do Meio Ambiente ou até mesmo naCorregedoria da Polícia Civil. O Movimento Integralista e Linearista Brasileiro MIL-B apóia essa Legislação Específica e a idéia de que devem ser criadas Delegacias específicas para os Crimes Ambientais.
Por fim, esse documento não esgota o assunto. O Integralismo e o Linearismo não são meramente Movimento Políticos e Sociais, mas também uma Nova Cosmovisão de Mundo em constante aperfeiçoamento. Como disse o Chefe Nacional Plínio Salgado, os Integralistas estudam e se aperfeiçoam continuamente. E é nesse sentido que nós caminhamos para o futuro. Abominamos uma vez mais o comodismo e a preguiça social e mental das pessoas, que não se engajam em mais essa discussão filosófica de extrema relevância. Este problema diz respeito a todos nós. Mais uma questão doutrinária resolvida no nosso escopo de ações.

PARA UMA LEITURA TÉCNICA ADICIONAL, SOBRETUDO NO CAMPO DA BIOÉTICA, INDICAMOS O LIVRO LIBERTAÇÃO ANIMAL DE PETER SINGER.






Indicamos também para leitura o trabalho



http://www.unipac.br/bb/tcc/tcc-6af3820de5a189e22636c6592e24d805.pdf



http://www.youtube.com/watch?v=971ajl067vc


A Palavra do Chefe
A Palavra de Gustavo Barroso
A Palavra de Miguel Reale
A Palavra do Integralismo
A Palavra do Integralismo Linear
Anil Loja Virtual TV Editora Linear

MIL-B (2008) - Desenvolvimento: MILB - Todos os direitos reservados | Versão 1.0
xhtml1.1css